O governo australiano concede o direito do estudante estrangeiro, que se matricule em um curso por pelo menos 13 semanas, de trabalhar legalmente. O emprego geralmente fica por conta do próprio estudante, apesar de as escolas darem toda a orientação e dicas necessárias.

É necessário ter visto de estudante (que pode ser obtido por aproximadamente R$ 1.600 na ETC), exames de saúde realizados por médicos oficialmente cadastrados, vacina contra febre amarela e comprovação financeira de pelo menos AUD 1.652 por cada mês de estadia que se pretende ficar no país.

A partir de 01 de Julho algumas mudanças aconteceram e o Brasil foi elevado para um nível menor de risco. Ficou mais fácil por um lado, mas por outro uma das mudanças significativas foi com relação a nota da escola perante a imigração.  Quanto maior a nota, menos exigências terão para o visto em relação a documentos comprobatórios de renda e nível de inglês. A ETC sempre trabalhou com esta seleção de escolas, oferecendo aos nossos intercambistas escolas de qualidade e com boa reputação.

Os trabalhos mais comuns são: auxiliar em restaurantes, fast-food, cafés, bares, pubs e hotéis.

 Investimento para o programa em Sydney:

  • Curso de inglês (20 horas por semana) por 13 semanas
  • Taxa de matrícula
  • Material didático
  • Acomodação em residencial estudantil, quarto individual, sem refeições (primeiras 4 semanas)
  • SEGURO OSHC OBRIGATÓRIO

 A partir de AUD 4,476.00 (aprox. R$ 11.010,96 – câmbio Janeiro 2017)