QUAL A IMPORTÂNCIA DE PLANEJAR O FUTURO IDIOMA DO SEU FILHO?

Que a educação é a base do desenvolvimento da sociedade como um todo, já é sabido. Mas, com o passar dos anos, acompanhamos uma série de mudanças na jornada de aprendizado do nosso país. A atual Constituição promulgada em 1988, destaca que a educação deve auxiliar no desenvolvimento da pessoa, orienta-la para o exercício da cidadania e preparar todos os alunos para o mercado de trabalho. Em 1996 com a criação da Lei de Bases e Diretrizes estabeleceu-se um pacto interfederativo definindo as competências da educação no Brasil; mas… passaram-se os anos e vimos que o domínio de um segundo idioma tornou-se uma necessidade – e isso não estava incluso.

O ano de 2018 começou com a pauta educacional em alta, dessa vez, o motivo é a BNCC (Base Nacional Comum Curricular), que destaca o inglês como “língua do conhecimento” e define o idioma como obrigatório no Ensino Fundamental II. Mas, mesmo com o contato em ambiente escolar, poucos alunos conseguem dominar uma segunda língua… Sabe por que? O ideal é que as crianças sejam submetidas a ambientes onde o inglês é a única forma de comunicação, forçando a assimilação dos sons a seus respectivos significados.

Para os pais que planejam um novo idioma para o futuro de seus filhos, os programas de intercâmbio em família, são uma excelente possiblidade para facilitar essa assimilação e ambientar as crianças a essa nova realidade. Na ETC com o Programa de Pais & Filhos, a família viaja junta, frequenta a mesma escola, estuda em um dos períodos e têm o resto do dia livre para realizar outras atividades e entrar em contato com a nova cultura. Esse contato vai adaptando a criança a essa nova forma de se comunicar e auxilia no domínio do idioma.

O Programa Pais & Filhos da ETC é ideal para aqueles que se preocupam com o futuro idioma de seus pequenos, e sabem o quanto domínio de uma nova língua afeta a carreira profissional; quanto mais cedo as crianças forem preparadas para se comunicar em outras línguas, menores serão as barreiras no desenvolvimento desse futuro jovem/adulto.