MERCADO: BRASIL MOVIMENTA MAIS DE 9 BILHÕES DE REAIS EM PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO NO EXTERIOR

A Belta (Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio) divulgou recentemente que o mercado de educação estrangeira cresceu 22% no Brasil em 2017, a associação também constatou um crescimento de12% no investimento médio por aluno, gerando a movimentação de mais de 9.000.000.000 bilhões de reais somente no ano passado.

Segundo Maura Leão, presidente da Belta “O mercado de intercâmbio cresceu tanto em volume como em receita porque o brasileiro começou a considerar opções mais diversificadas e apostou em se especializar profissionalmente”. Pela primeira vez, os cursos de mestrado e doutorado apareceram entre os 10 mais procurados pelos brasileiros, o mesmo ranking continua sendo liderado por: Cursos de Idioma, Ensino + Trabalho e Programas de Férias.

Dos 39 países listados na pesquisa, os mais procurados são: Canadá, Estados Unidos, Reino Unido, Nova Zelândia e Irlanda. Embora o inglês e o espanhol, apareçam como línguas mais procuradas pelos intercambistas brasileiros, o alemão, francês, italiano, mandarim e o japonês, têm conquistado cada vez mais espaço no mercado de ensino idiomas no exterior. Essa mudança se dá em partes pelo constante aumento da concorrência no mercado de trabalho; onde ser bilíngue tornou-se um dever primário e a fluência em mais de dois idiomas, um diferencial. Os dados apresentados só corroboram a ideia de que cada vez mais os brasileiros priorizam a educação e a formação internacional como base para uma carreira de sucesso.

O intercâmbio não é mais tido como um produto inacessível para muitos, nosso mercado têm se mostrado cada vez mais aberto a pessoas que até pouco tempo, viam a educação no exterior como algo inalcançável. Esse número, é apenas uma pequena amostra de tudo que o mercado de intercâmbios têm como potencial de expansão Brasil. Já pensou em crescer com a gente nessa? CLIQUE AQUI e saiba mais sobre o modelo de franquia da ETC!