• Renan Mota

    Mendonza, Argentina

    “¡Hola! Meu nome é Renan da Cunha Motta, tenho 20 anos e moro em Vitória – ES. Em 2006, morei na Nova Zelândia. Hoje estudo Direito e Relações Internacionais. Sempre gostei de viajar, viver experiências novas e aprender línguas. Assim, decidi fazer um curso de espanhol na Argentina, durante minhas férias, em janeiro de 2009. Fui alguns dias antes do curso começar e fiquei na casa de um grande amigo meu, Jeremias Sulam, que conheci na Nova Zelândia. Passei o Reveillón com eles, em Santa Fé. Logo depois, fui pra Mendoza, uma cidade no oeste da Argentina, ao pé da Cordilheira dos Andes, famosa por seus vinhedos (os vinhos mendocinos são maravilhosos!!). Eu não queria ir para uma cidade muito grande, nem para onde tivessem muitos brasileiros. No curso havia estudantes de todo o mundo: Suíça, Alemanha, Inglaterra, EUA, China, França… 4 semanas foi suficiente para aprender a falar o espanhol. O curso, Coined, deu todo apoio e infra-estrutura com professores e com a família em que fiquei hospedado. Pela localização da cidade, pude ainda ir ao Chile durante um fim de semana e conheci Santiago e Viña Del Mar. Viajar, conhecer novos lugares, novas pessoas, viver momentos inusitados… uma experiência assim é recomendada a todos. Quem quiser trocar uma idéia sobre o assunto, entra em contato: renandcm@gmail.com. ¡Saludos!”.

  • Luisa Sarah

    Malta

    Malta é um país maravilhoso, com várias praias diferentes e lindas! As pessoas são super educadas e tem muitas opções de restaurantes e bares! Um ótimo lugar para aproveitar as férias e aprender inglês em excelentes escolas.

  • Rodolfo Monteiro

    Vancouver, Canadá

    “Fiz minha viagem pela ETC em 2009. Fui para Vancouver, no Canadá, fazer curso de inglês por 3 meses. Tive todo o apoio da equipe ETC. Esclareceram todas as minhas dúvidas e medos latentes, típicos de quem faz intercâmbio. Quando cheguei em Vancouver fui recebido pelo motorista que me levou até minha homestay. Tudo correu muito bem. Meus “pais” me receberam com muito carinho e me deram total auxílio em toda a cidade, além de me ajudarem a conhecer melhor as regras da minha escola. Lá fiz muitos amigos, tenho contato com eles até hoje. O mais engraçado é que você passa a ter amigos de vários nacionalidades, uma troca de experiência gigantesca. Conheci lugares exóticos, comi comidas diferentes, além daquele bom e velho “fast-food”. Tudo foi ótimo! Só deixo aqui uma humilde dica: seja espontâneo e carismático, senão tudo vai se complicar pra você. Abra a mente, deixe o novo invadir os pensamentos rotineiros da sua vida monótona. O choque de culturas é sempre bom pra quem se entrega de corpo e alma. Finalizando, meu nome é Rodolfo Monteiro e eu fui um sobrevivente feliz de intercâmbio, afinal, viajar é bom demais!!!! =)”.